Home

domingo, 20 de janeiro de 2013

A Caçadora de Arco-Íris


Ao meu avô.
E igualmente à minha vó e meu pai,
mas principalmente ao meu avô.


Você apareceu em meus sonhos essa noite. Na verdade, era um arco-íris. E arco-íris tem nomes, apenas cabe a você saber chamá-los. A esse arco-íris, em especial, não vamos atribuir um nome. Basta saber que ele era você, assim como eu soube no mesmo instante.

Olhava-me do céu, como se os olhos brilhassem – e talvez brilhassem, mas não fui capaz de ver. O fato é que me observava assim como um pai (ou um avô) observa a filha (ou a neta) a crescer. Olhava-me com... Amor.

Deve ser estranho saber disso, não é? Que arco-íris também amam. Mas eles amam. Amam mais do que pessoas, eu acho. Têm um coração bem grande! Tão grande, mas tão grande, que caberia um gigante lá dentro! Talvez até mais de um gigante, não sei. Nunca estive lá.

Eu sei que você acha que as coisas não deveriam funcionar assim, só que... Você tem certeza que deveria mesmo haver um modo de as coisas funcionarem? Eu não acho. Ainda assim, se há uma regra existe a exceção dela, não é? Então talvez essa exceção seja você, se é que você sabe do que eu estou falando.

Enfim, se antes já me lembrava de você (e dela) ao ver um arco-íris, agora lembro ainda mais. Arco-íris podem ser associados a tantas coisas, tantos sentimentos... Saudades, nostalgia, amor. Sorvete. É sempre bom tomar sorvete quando tem um arco-íris no céu. Eu, pelo menos, adoro fazer isso.

Voltando ao assunto, presumo que seja hora de dizer adeus, não posso me demorar. Embora eu não goste de me despedir, dessa vez tenho uma garantia a você: Eu volto. Assim como sei que você deverá voltar aos meus sonhos nesta ou na próxima noite (talvez na seguinte também). Então, por favor, me aguarde. Tome um sorvete. Eu caçarei um arco-íris.


Sobre o Autor:
Lisandra S. Bernardo Lisandra S. Bernardo tem 15 anos e gosta de chocolate, cinema e romance. Também curte abraços, fantasias e sorrisos, só não curte não ser feliz.
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Rai disse...

ELA DEDICOU PRA MIM TAMBÉM, OH OH. <3<3<3<3<3
Que neta mais fofolinda <3

Ps: Vamos caçar arco-íris? Já tem sorvete aqui em casa rs.

Genilda Silva disse...

Vi o arco-íris semana passada depois de uma chuva rápida, o encanto continua sendo o mesmo da infância.

Maristela G Rezende disse...

Que lindo. Parabéns.

M. Deméter disse...

Ah, que lido, arco-iris e sorvete. è muito amor. *-*

Gostei, filha. *-*